domingo, 6 de dezembro de 2009

Livros, Brigas e um Pouco de Tequila

É estranho quando você percebe que tudo mudou e não consegue mais dominar o que está em sua volta
Simplesmente você acorda e não reconhece mais nada
Aquela pessoa que você costumava conversar durante horas provavelmente nem lembra mais do seu nome
Enquanto aquele lunático que você fazia questão de não conhecer fica gritando que te ama
Queria lembrar quando parei de usar o telefone
Lembro quando minha mãe ficava no meu pé para desligá-lo
Tudo passa tão depressa que acabo me perdendo em meus próprios passos
E quando olho para trás, nada mais pode ser desfeito
Não posso mais ligar para aquelas mesmas pessoas
E não posso mais fugir de outras
Este é o novo presente e no mínimo tenho que aceitá-lo
Ou pelo menos fingir que aceito, enquanto penso num plano para reaver todo o meu passado
Num plano que nunca irá dar certo
Enquanto isso sinto a minha coluna começar a doer
Talvez seja o peso da idade que começa a subir sobre as minhas costas


*texto provavelmente sem muito sentido escrito as 01:35 e sem nenhum tipo de revisão

3 comentários:

Himawari Kunogi disse...

por mais que tenha sido feito imediatamente no momento em q eu lia o seu blog, amei esse post..
e saiba que sempre que quiser ficar pendurada no telefone, tem uma maluca aqui que tambem adora isso..
=)

ChutaLetra disse...

Ah, mas com certeza é a idade...sabe, vc n é mais uma garotinha, ein....
Pois é...aquela parte de pessoas que conversava por horas e nem lembra mais da outra.. sinto isso na pele,sabe [indireta,claro. No orkut tem uma quase explicação :)]
E sobre a ligação, pode ligar pra mim! Mas arranje um emprego antes, pelo amor de Deus! huahauahauaua

Ei,só pra encher o saco, te esqueci não ein, deixa chegar a net que eu encho o saco de novo , com o maior prazer :) teh mais, nada de morte, drogas [se bem que.. não,não] e carnes vermelhas! o/

Vivi Hitachiin disse...

pessoas com quem você conversava por horas e que hoje em dia parecem nem lembrar do seu nome...eu sei bem como é isso.
por mais que a gente saiba que na vida as pessoas vão e vêm, sempre tem aquelas que a gente acredita que estarão conosco pra sempre, e que a gente quer que estejam.
mas um dia elas acabam indo também, e somem como se nunca tivessem feito parte da nossa história.

é muito triste..eu sei.
mas acho que quando essas coisas acontecem, é porque elas têm que acontecer.
okay..não vou bancar a adepta do destino, porque existem coisas que nós podemos mudar, e eu acredito nisso.
mas outras acontecem naturalmente e fogem do nosso controle.
por mais que passemos momentos maravilhosos em nossas vidas, esses momentos passam.
por mais duro que seja aceitar isso no início, a gente acaba aceitando.

por isso eu sou a favor de aproveitar a vida e o presente.
porque o passado já passou.
e o futuro..bem..a gente não sabe o que nos aguarda. :)