domingo, 25 de outubro de 2009

Bring Me to Life

Nessas horas que percebo o quanto posso ser inútil
Tento entender o que se passa na vida das pessoas
mas sei que nunca irei entender certas coisas

O que se passa na cabeça de alguém que simplesmente pensa em desistir de tudo
Não que nunca tenha pensado
Mas sei que não é isso que quero
Quero continuar pensando que tudo aquilo que quero é possível
E q irei conseguir
Mesmo sabendo que nada é como se imagina

Queria poder ajudar
Mas vejo minhas mãos amarradas nesse momento
Apenas posso olhar de longe
E vê-lo se perdendo cada vez mais
Desistindo de viver

E de longe
Sinto meu coração apertar a cada frase dita
A cada ação não realizada
A cada momento que se perde
E nada posso fazer

Queria poder ajudar
E é nessas horas que percebo o quanto posso ser inútil


Sinto saudades de pessoas que tive pouco contato




Ouvindo: Not With You - Tegan and Sara

Um comentário:

Vivi Hitachiin disse...

Se você vê alguém caminhado na direção errada, você pode gritar.
Gritar até o seu último esforço.
E tentar se fazer entender.
Agora, só depende da pessoa ouvir ao seu chamado e mudar de direção, ou no mínimo parar pra te ouvir, ou ignorar tudo e continuar seguindo para o abismo.
Por mais que você queira ajudar, e que o senso de lider/diretora grite em você, não há como mudar o curso do destino do mundo com suas pequenas mãos.
As pessoas são livres e são as escolhas de cada um que fazem o mundo se mover.

Mas há algo que você ainda pode fazer: acreditar no que você quer e em si mesma, e mudar o curso do SEU destino com suas próprias mãos.
Desse jeito sim, você pode provar que o seu caminho é mesmo seu.
E pode mudar alguma coisa. :)